Património Arqueológico na Sobreira?

Versão de impressão

Possí­vel Necrópole na Vila da Sobreira!

Já os antigos diziam que o Adro da Igreja antes fora um cemitério!

Mas como sabemos muitos dos ditados dos antigos eram meros boatos com fundamento improvável e em certos casos serviam para que as "criancinhas" não se aproximassem de determinados lugares.

Quando era miúdo, para não perturbar o silêncio da Igreja, diziam-me que existiam "ossos" nas fundações da Igreja e conversas afins para que nós, mais jovens, não incomodássemos o decorrer das orações!

Ora o certo é que com o passar dos anos o Adro da Igreja, como é em terra batida, com o desgaste tem vindo a por a descoberto certas pedras que levam a concluir que algo se encontra enterrado.

Neste contexto foi contactado o Gabinete de Arqueologia da Câmara Municipal de Paredes para que iniciasse uma investigação. Ao ser confrontado com as fotos apresentadas concluiu-se numa primeira análise muito rápida que possivelmente se tratasse de uma necrópole romana faltando saber concretamente o ano.

Fotografias

(clique em cima para ver a fotografia com maior resolução)


Texto de Rui Pedro Carvalho.
Divulgação por Camilo Pinto e António Silva.
Fotografias de Camilo Pinto e Rui Pedro Carvalho.

Categoria:

Comentários

Proposta:

Para que não se danifique mais... e para que se consiga fazer um levantamento do que se trata. Proponho que a Comissão Fabriqueira ou o Padre limite a zona não deixando que os carros entrem no local da possivel necrópole.

isso e um pouco impossivel, porque ao que parece o nosso padre so pensa na freguesia vizinha, pode ser que com o tempo daqui a muitos e muitos anos quando a igreja nova estiver pronta.

Porque uma coisa tambem e certa o povo esta farto de dar dinheiro, e as festas da freguesia, e para a igreja e para muitas outras coisas, para vedar e criar ali algo e preciso deinheiro coisa que parece nao existir mas e so a minha opiniao

Tive acesso a um livro de 1945 que fala em dois pretos escravos na Sobreira.(Vitório e Manuel) este último faleceu a 18 de Outubro de 1827, e foi sepultado no adro da Igreja, alguma verdade haverá?!